‘Transformação digital abre via de acesso ao ataque de hackers’

Hackers: Funcionários das empresas devem ser preparados para transformação digital, dizem especialistas / Divulgação
Compartilhe

Hackers: Funcionários das empresas devem ser preparados para transformação digital, dizem especialistas / Divulgação
Funcionários das empresas devem ser preparados para a transformação digital, dizem especialistas / Divulgação

Empresas do mundo inteiro passam por um período de transformação digital. Durante esse processo, executivos precisam conhecer melhor a figura do hacker, criminoso disposto a tirar vantagens ao criar o caos.
Entender como agem os hackers é a primeira etapa para manter os dados da empresa em segurança. É o que acredita Thomas Geiger, diretor de operações da empresa alemã CenterTools, especializada em segurança da informação.
“A transformação digital da sociedade abre uma nova e grande via de acesso ao ataques de hackers”, disse hoje (13/9) durante o evento it-sa Brasil 2016, em São Paulo.
Para o especialista, a falta de atenção em seguranças de dados é algo histórico, que começou com o uso comercial da internet. Foi a partir de episódios de grande impacto que empresas começaram a prestar a atenção nesse assunto.
Em pouco tempo, no entanto, o cibercrime se tornou um negócio milionário. O primeiro grande ataque por vírus, em 2000, chamado de “I Love You”, infectou dezenas de milhares de computadores no mundo inteiro, trazendo cerca de US$ 15 bilhões em prejuízo.
Hoje, com inúmeras variações de malwares, estima-se perdas mundiais de cerca de US$ 400 bilhões por ano devido a ataques cibernéticos.
“O malware se tornou um produto comercial. É preciso que os executivos entendam de uma vez por todas que quem faz isso não é mais um garoto nerd que infecta computadores com vírus por diversão. Há no mundo uma poderosa indústria de crime disposta a tirar vantagem”, diz Geiger.

Medidas de segurança

Thomas Geiger, da CenterTools / Divulgação
Thomas Geiger, da CenterTools / Divulgação

Para evitar perder valores e informações na rede é possível que as empresas tomem algumas atitudes.
Uma delas, é ensinar os funcionários a realizar boas práticas do mundo digital. Estima-se que 70% dos ataques criminosos bem-sucedidos aconteçam por comportamento errado dos usuários.
Também é necessário investir em técnicas e soluções de seguranças dentro das empresas. Auditorias internas precisam ser feitas com frequência para garantir a segurança dos dados.
A questão, no entanto, precisa ser vista com velocidade. Isso porque o mundo está no que os especialistas consideram a metade da transformação digital.
A próxima fase dessa transformação será a integração e tráfego de dados entre máquinas, sem ser necessário a participação humana neste processo, no que a indústria chama de internet das coisas.
Em sistemas poucos seguros, essa tecnologia será uma grande porta de entrada para contaminações, acredita Geiger.


Compartilhe
Publicação Anterior

Concurso de robótica premia soluções para indústria 4.0

Próxima Publicação

Como proteger as suas informações na nuvem

Veja também

Governo Trump quer defender comunicações dos EUA da espionagem chinesa / Gage Skidmore/Creative Commons

Governo Trump estuda criar rede estatal 5G

Compartilhe

CompartilheO Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos estuda criar uma rede estatal de comunicações móveis com tecnologia de quinta geração (5G), com o objetivo de defender o país de espionagem da China. O site […]


Compartilhe
Primeiro webinar Eficiência e Segurança em Nuvem

Como se preparar para ter sucesso na nuvem

Compartilhe

Compartilhe Planejamento, custos e escolha de parceiros foram alguns dos temas dissecados por seis executivos de grandes empresas que participaram da primeira edição da mesa-redonda virtual Segurança e Eficiência na Nuvem, realizada em 3 de […]


Compartilhe