Startups apoiam o agronegócio contra o coronavírus

Ferreira (e.) e Tomé (c.) falam sobre startups no agronegócio/ inova.jor
Compartilhe

Ferreira (e.) e Tomé (c.) falam sobre startups no agronegócio/ inova.jor
Ferreira (e.) e Tomé (c.) falam sobre startups no agronegócio/ inova.jor

Uma iniciativa da Bayer, Sicredi e AgTech Garage oferece gratuitamente serviços de startups a produtores rurais, para combater os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Dirceu Ferreira Junior, diretor do Centro de Expertise em Agricultura Tropical da Bayer, e José Tomé, CEO da AgTech Garage, conversaram sobre o tema com o jornalista Renato Cruz, no inova.jor cast.

O podcast é publicado semanalmente no Spotify, Deezer, iTunes e SoundCloud.

Startups no agronegócio

“Para as startups, o programa é uma excelente oportunidade para acessar mercado neste momento”, comenta José Tomé. “As startups que foram selecionadas, naturalmente tem essa característica de entregar algo mais digital, de fácil implementação, e, de certa forma, a crise pode acelerar em algum grau essa adoção.”

“Estamos pagando o custo fixo de algumas dessas startups para que elas possam entregar a solução delas durante dois meses, podendo até ser renovável diante da continuidade do desafio da covid-19 no Brasil e no mundo”, afirma Dirceu Ferreira Junior.


Compartilhe
Previous Article

O varejo não é mais físico ou eletrônico, ele é integrado

Next Article

Coronavírus expõe limites do modelo do Vale do Silício

Veja também

Em parceria com Inatel e Ericsson, o Crowd Vale da Eletrônica vai abrigar 15 startups / Divulgação

Telefónica Open Future busca startups digitais

Compartilhe

CompartilheA Telefónica Open Future vai selecionar 66 startups com projetos de base tecnológica para processo de pré-aceleração em quatro espaços que mantém com parceiros. As inscrições terminam em 5 de junho. Os espaços que fazem […]


Compartilhe