Podcast: Como está o mercado de computação em nuvem

Moura (c.) e Oliveira (d.) falam sobre computação em nuvem / Gabriel Rodrigues/inova.jor
Compartilhe

Moura (c.) e Oliveira (d.) falam sobre computação em nuvem / Gabriel Rodrigues/inova.jor
Moura (c.) e Oliveira (d.) falam sobre computação em nuvem / Gabriel Rodrigues/inova.jor

Os mercados de nuvem pública e nuvem privada foram tema do episódio mais recente do inova.jor cast.

Conversei sobre o tema com Leonel Oliveira, diretor da Nutanix Brasil, e Raphael Moura, gerente de Infraestrutura de TI da Stefanini.

O podcast é publicado semanalmente no SpotifyDeezeriTunes e SoundCloud

Computação em nuvem

“Existe uma grande adoção da nuvem no mercado brasileiro”, afirma Leonel Oliveira. “Cerca de 85% das empresas já fizeram algum tipo de adoção e movimentaram aplicações para nuvem.”

“Esse tipo de informação é interessante porque, embora tenham feito a ida para a nuvem, muitas delas já está pensando na volta. De 73% a 79% já fizeram o retorno de algumas aplicações. Não de todas, evidentemente, mas elas já perceberam a características das aplicações adequadas em cada uma das nuvens, ora privada, ora pública.”

Raphael Moura destaca a importância de se analisar as características das aplicações.

“A Stefanini hoje tem operação em 41 países no mundo, e temos a oportunidade de sustentar todo tipo de negócio”, diz o executivo.

“Acompanhamos de perto a transformação digital das empresas. E o mais importante de entender na avaliação é se aquela aplicação demanda um comportamento de negócio para ir para uma nuvem pública. Não só de negócio, mas de segurança também.”


Compartilhe
Publicação Anterior

Por que o atendimento omnicanal é importante para os bancos

Próxima Publicação

Quais são as oportunidades em inteligência artificial

Veja também

Depois dos 12 anos, o interesse dos jovens pelos tablets diminui consideravelmente / Steve Paine/Creative Commons

Como o tablet acabou virando coisa de criança

Compartilhe

CompartilheO lançamento do iPad, em 2010, foi acompanhado com um misto de desconfiança e euforia. Enquanto alguns se perguntavam para que as pessoas usariam um tablet, outros achavam que ele tinha potencial para resolver problemas […]


Compartilhe