Para onde vai o mercado de relógios inteligentes

O smartwatch da Apple deixou recentemente de ter aplicativos importantes como Google Maps / informedmag.com/Creative Commons
Compartilhe

O smartwatch da Apple deixou recentemente de ter aplicativos importantes como Google Maps / informedmag.com/Creative Commons
O smartwatch da Apple deixou de ter aplicativos importantes como Google Maps / informedmag.com/Creative Commons

O relógio inteligente (ou smartwatch) já foi apontado o sucessor do smartphone como grande sucesso do mercado de eletrônicos de consumo. Mas a previsão não se concretizou.
No ano passado, as vendas mundiais do produto apresentaram, pela primeira vez na história, queda em faturamento (de 2%, segundo a consultoria Strategy Analytics).
Atualmente, é um mercado dominado pela Apple (que ficou com uma fatia de 55% das vendas em 2016, comparados a 11,4% da segunda colocada, a Samsung).
Mesmo assim, várias empresas importantes têm acabado com a versão de seus aplicativos para Apple Watch.
Segundo o site Apple Insider, recentemente aplicativos importantes como Google Maps, eBay e Amazon deixaram de ter sua versão para o smartwatch da Apple.

Competição

Apesar do avanço de fabricantes chineses, o mercado de relógios inteligentes é basicamente da Apple e da Samsung.
No ano passado, competidores importantes descontinuaram seus produtos como a Moto (marca que hoje pertence à Lenovo) e a Pebble.
Essas mudanças acontecem num momento em que o próprio futuro dos smartphones é questionado.
As vendas de celulares inteligentes está desacelerando, com as taxas de crescimento anual caindo para um dígito. E, uma década depois do lançamento do primeiro iPhone, as inovações parecem ter estagnado também.
Mesmo assim, o mercado de smartphones continua a ser muito maior do que qualquer vestíveis, com 1,47 bilhão de unidades vendidas no ano passado.


Compartilhe
Previous Article

Olimpíada Brasileira de Robótica está com inscrições abertas

Next Article

IBM Brasil tem sua primeira mulher ‘distinguished engineer’

Veja também

Santos (e.) e Rodrigues (c.) falam sobre dados no inova.jor cast

BigDataCorp cria marketplace de dados

Compartilhe

CompartilheA BigDataCorp criou um marketplace de dados, em que parceiros podem oferecer informações ao mercado. A Triad Research oferece, no marketplace, informações sobre preços de combustíveis em vários pontos do país. Thoran Rodrigues, CEO e […]


Compartilhe
Marcas: A MullenLowe Profero acaba de abrir um escritório no Brasil / Divulgação

‘Marcas precisam parar de interromper o consumidor’

Compartilhe

CompartilheAs marcas precisam parar de interromper os consumidores para começar a ajudá-los. Essa é a opinião de Aaron Reitkopf, presidente para as Américas da agência digital MullenLowe Profero. Ele participou na semana passada de um evento em São […]


Compartilhe